E a grana em Cuba?

Ir para Cuba exige planejamento financeiro. Não que o país seja caro e você precise economizar muito, longe disso. Ocorre que em Cuba o sistema financeiro e a tecnologia aliada a ele são muito diferentes e a conectividade com a qual estamos acostumados praticamente não existe. Isso significa que cartões de débito quase não são utilizados, pois não há uma rede ou sistemas para esta comunicação, que depende da internet.  Da mesma forma, os cartões de crédito são aceitos somente em alguns poucos locais, como grandes hotéis. Portanto, esqueça o débito automático e as compras com cartão.

IMG_1315Imagem 1682

As moedas Cubanas

São duas as moedas que circulam pelo país: o peso cubano (CUP) e o peso convertível (CUC). O peso cubano é uma moeda muito desvalorizada, utilizada pelos cidadãos para receber o pagamento, comprar artigos básicos como frutas, água e mantimentos. Já o CUC é a moeda usada pelos turistas, mais valorizada, portanto, a moeda que você deve ter em quantidade razoável para conhecer o país.  A conversão é: 1 CUC = 24/25 CUP.  O CUC equivale ao dólar americano em termos de valor, ou seja:  1 CUC = 1 dólar, aproximadamente. Você pode checá-la no site do Banco Central Cubano.

NOTA: o governo cubano anunciou a unificação das moedas aa partir de janeiro de 2021. O CUC deixou de circular e o CUP tornou-se a única moeda da ilha, com a conversão de 1 dólar = 24 CUP. 

E então, como é que funciona?

Não é possível comprar moeda cubana fora do país, mas ao chegar no Aeroporto José Martí em Havana, logo vai encontrar uma Casa de Câmbio e poderá adquirir CUCs. Via de regra o dólar norte-americano não é aceito, afinal o embargo dos EUA ao país ainda persiste.  Já o dólar canadense é aceito. Inclusive, Cuba é um dos destinos favoritos desses turistas. É importante entender isso, pois um erro muito comum é acreditar que levando dólares norte-americanos sua viagem está garantida. Contudo, seu cartão de crédito internacional VISA, desde que não seja emitido nos EUA, será sua tábua de salvação! Explicamos abaixo o porquê: 

Limite Diário de Saque no Cartão de Crédito

Você usará seu cartão de crédito para sacar dinheiro! Lembre-se de que o limite para compras do cartão de crédito é um, e o limite diário para saque com este cartão é outro, bem menor. Afinal, o limite de saque é estabelecido para ser utilizado em uma situação emergencial, em que você realmente precise sacar dinheiro com o cartão de crédito, em vez de utilizá-lo para pagar por compras no comércio local.

Por isso, uma dica é solicitar o aumento do limite diário para saque com seu cartão de crédito antes de viajar, pois, em Cuba, você o utilizará quase que exclusivamente para isso! O American Express não é aceito e com o Mastercard não obtivemos êxito em retirar dinheiro em nenhum Banco, Caixa Automático ou Cadeca.

Onde sacar dinheiro?

Cadeca

A Cadeca é um misto de Casa de Câmbio e Posto de Serviços Bancários e há várias espalhadas pelo centro velho de Havana e também Varadero. Em Santigo de Cuba e em Cienfuegos também podem ser encontradas, contudo, em cidades menores como Santa Clara e Trinidad, são mais raras. É na Cadeca que você vai trocar dinheiro ou apresentar o seu cartão de crédito para fazer saques. Nesse site você encontra informações sobre as Cadecas no país.

Dica: não se preocupe com variação do câmbio pois, diferente de outros países em que o câmbio no aeroporto é um assalto e quanto mais no interior, pior o valor, em Cuba a cotação é sempre o mesma porque a CADECA é estatal.

1242

Prevenção é tudo!

Outra recomendação importante é fazer um Seguro de Viagem, porque em Cuba os estrangeiros pagam pelo atendimento médico, e em CUC (ou seja, os valores são  equivalentes ao dólar norte-americano), mesmo todos os hospitais sendo públicos. Assim, você terá que ter uma reserva em dinheiro ou limite de cartão para pagar pelas despesas, à vista.

Ao escolher o seu, preste atenção na cobertura, pois mesmo quando o seguro oferece cobertura para a “América Latina”, muitas vezes Cuba não está listada dentre os países cobertos. Pergunte!  Nós utilizamos a empresa Porto Seguro, cuja cobertura do pacote básico incluía o país.

Em mais de 10 anos viajando para diversos países nunca precisamos utilizar serviços médicos, mas em Cuba este histórico foi quebrado e, no retorno, tivemos todos os gastos ressarcidos, sem problemas.

Então, não dê chance para o azar!

Ao ir embora: ao sair de Cuba você tem que pagar uma taxa de saída do país (uso del aeropuerto) de 25 CUC. Não esqueça de reservar dinheiro para isso!

No próximo post falamos sobre hospedagem em Cuba, e um de nossos assuntos preferidos: comida!

Veja também:

Cuba através do Cinema

Hospedado e conectado em Cuba

La Habana

Callejando por la Habana Vieja I

Callejando por la Habana Vieja II

Paladares Cubanos

El Vedado de Habana

Revolução, Cultura e Arte

Rota Hemingway

Viajeros em Varadero

Comer e Beber em Varadero

Varadero: falha nossa!

Santa Clara

Trinidad de Cuba

Ciénfuegos – a Pérola do Sul

Santiago, Tierra Soberana

O coração de Santiago

Callejando por Santiago

Os arredores de Santiago

Hay que endurecer sin perder la aventura

Publicado por Adelijasluk

Adeli é formada em Letras e pós graduada em Recursos Humanos, fala quatro línguas e adora conhecer outras culturas. Curiosa e teimosa, nas horas vagas planeja itinerários próprios para as viagens anuais com o marido. Edevaldo é funcionário público e cursou geografia e informática. Paciente, nas horas vagas estuda maneiras sensatas de viabilizar os itinerários da esposa. Viajam por conta própria e juntos já conheceram 208 cidades em 33 países.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: